Imposto é Roubo ou não?

Daniel Miorim
[email protected]

Daniel é sócio-fundador da Universidade Libertária. Institucionalista Moral Libertário. Totalmente individualista e acima de tudo libertário. Equipe da Fraternidade Libertária, Biblioteca Libertária e Anarcopop.

Imposto é Roubo

Imposto é roubo sim, mas nunca pelo motivo que é dado, mas por outro.

Objetos físicos (que são o que é materialmente retirado pelo imposto) e pessoas são os objetos da própria sistematização de conceitos jurídicos.

Roubo e assassinato são conceitos universalmente verificáveis, mas calma, explico a seguir:

O roubo, se refere a uma retirada injustificada de objetos da posse de seus proprietários por terceiros e consequentemente repassados a outros.

Já o assassinato, se refere a remoção total e injustificada do sistema, feito por terceiros .

Todos os sistemas servem para justificar situações em que roubo e assassinato são valorados racionalmente.

Apenas demonstrando a validade de determinado sistema é que você poderá efetivamente substituir a negação (que é assistemática) por um critério racionalmente valorado. Portanto, quando eu digo que imposto é roubo, estou dizendo o óbvio, nenhum sistema conseguiu fazê-lo sem saltos lógicos.

Aí sim, imposto é roubo e podemos falar que o ato de tributação por não ser consensual, se trata de uma espécie de roubo, já que o estado não pergunta ao “contribuinte”, ou melhor, a vítima, se concorda ou não com o pagamento de imposto.

Gostou do artigo? Conheça nosso curso de Lógica Formal.

Quer saber mais sobre Ética Libertária?
Acesse agora
o curso de Introdução à Ética Libertária.

Faça parte do clube da liberdade.

Inscreva-se em nosso Canal da Universidade Libertária no Youtube.

[content_block id=242]


2 Comentários

Deixe seu comentário