Blog


A Universidade Libertária dá espaço para diversos autores escreverem seus artigos e exporem suas ideias. Nem todos os artigos defendem pontos que são consenso geral entre nós, mas sempre iremos defender o direito de qualquer um expor suas ideias e debatê-las, porque é dessa forma que buscamos a verdade.

Introdução   Recentemente, a youtuber de opinião feminina Suavemente Comentado publicou um vídeo, no qual falava sobre capitalismo e defendia uma série de teses baseadas na análise de fatos históricos, a análise foi um tanto descompromissada, mas os preconceitos e a absolutização da pespectiva enunciada pela youtuber...

Isso é curioso. Você não sabe minha relação com esse texto, ou como ele surgiu. Mas, eu sei que o que você está dizendo, e por isso mesmo trata-se de uma aula, é que você não consegue entender o texto que eu trouxe. E é por...

Minha tradução do artigo Williams, Thomas, “John Duns Scotus”, The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Winter 2019 Edition), Edward N. Zalta (ed.) João Duns Escoto (1265/66–1308) foi um dos mais importantes e influentes filósofos e teólogos da Alta Idade Média*. Suas brilhantes, complexas e diferenciadas, que lhe...

Paulo Kogos defende a ideia de que devemos votar defensivamente para evitar que a ameaça mais séria e mais mortífera em qualquer eleição seja eleita. Do ponto de vista de uma ideia inexistente no mundo real, ela pode ser tomada sem maiores receios, afinal, se...

Para libertários, o propósito de um sistema legal é o de estabelecer e aplicar regras para facilitar e apoiar interações pacíficas, livres de conflitos entre indivíduos. Em suma, a lei deve proibir a agressão. Em virtude de a agressão ser um tipo particular de ação...

O erro intelectual tem uma característica peculiar e curiosa que o difere radicalmente das demais formas de erro. Tomemos como exemplo um caso simples onde um indivíduo erre em relação a forma pela qual passamos a conhecer as coisas. Que ele diga que as coisas...

1. Construindo a Elite Dominante O sistema do mercantilismo não precisava de uma grandiosa “teoria” para ser aplicado. Ele veio naturalmente para as castas dominantes em expansão. O rei, apoiado pela nobreza, favorecia altos gastos do governo, conquistas militares, e altos impostos para construir seu poder...